História

Há 55 anos

FOTO 1
Mais de cinco décadas. Em 11 de julho de 1959, o SITICECOM (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Cerâmicas, Refratários, Construção, Montagem Industrial, Pavimentação, Obras e do Mobiliário) iniciava suas atividades.

O intuito, de acordo com a Ata de Registro da Comarca de Limeira, lavrada em 31 de agosto de 1962, era realizar estudos sobre as necessidades e dificuldades das categorias, coordenar atividades e questões burocráticas, além de proteger e representar legalmente os trabalhadores das indústrias compreendidas no terceiro grupo do plano da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria.

Nesta época, o SITICECOM ainda era intitulado como Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Limeira apenas, o nome seria alterado nos anos seguintes, quando o Sindicato passava a atender demandas de outras categorias profissionais.

As ações ganhariam mais abrangência com o passar do tempo, o SITICECOM também passaria a colaborar com os poderes públicos e demais associações, no sentido de solidariedade social e de subordinação ao interesse nacional.

FOTO 2
Para que as atividades acontecessem de forma organizada, o Sindicato recebeu uma diretoria composta de cinco membros, sendo eles: presidente, 1º secretário, 2º secretário, 1º tesoureiro, 2º tesoureiro, além de um conselho fiscal, composto por três membros, todos eleitos pelo quadro de sócios, sendo permitida a reeleição.

O presidente, até então, era Manoel Angelino da Silva e o extrato do estatuto de inauguração do Sindicato foi publicado no Diário Oficial do Estado em 30 de agosto de 1962.

Primeiro endereço

FOTO 3
Uma casa alugada, na rua Frederico Tetzner Sobrinho, no número 181, em Limeira, foi o primeiro endereço do Sindicato. Posteriormente, em 1986, o Sindicato comprou um novo prédio, localizado na Rua Piauí, 315, no bairro Vila Cristóvão – atual endereço da Sede. O então presidente, Antonio Netto Pestana, conduziu a assembleia de posse da diretoria no dia 15 de outubro de 1991, às 18 horas, na própria sede do Sindicato. Na ocasião, a diretoria foi empossada para o novo mandato, de 1991 a 1995.

A diretoria, nesta época, era composta por Antonio Netto Pestana, na presidência, Mario Antonio Aparecido Ribeiro, Geraldo José Vieira, Ademar Rangel da Silva, Osvaldo Donizete Spagnol, José Carlos de Souza e Carlos Alberto Franco da Silveira. Os suplentes eram: Pedro Antonio Batista Ramos, Osvaldo Contim, José Gomes de Morais, Maciano Martins Claro, Jorge Luiz Santana, Jair Aparecido dos Santos e Jair Martins. O Conselho Fiscal de efetivos era representado por: Antonio Carlos De Paula Bueno, Francisca Santos de Oliveira, Célia Regina de Oliveira Barbosa. Já os suplentes do Conselho Fiscal, neste ano, eram: Odair Fonsaka, Joaquim Pereira de Souza, Celso Antonio Linares. Na Delegação Federativa estavam: Mario Antonio Aparecido Ribeiro e José Carlos de Souza, os suplentes eram: Neilson Lima Ribeiro e Antonio Evangelista de Macedo. A reunião foi encerrada com os agradecimentos do então presidente e as assinaturas de todos os presentes.

As assembleias, a cada quatro anos, definiam – e definem, ainda hoje, os nomes que ocupariam os cargos de presidência e diretoria. Em 15 de outubro de 1995, José Carlos de Souza assumia a presidência do Siticecom. O atual presidente do Sindicato, Ademar Rangel da Silva, foi eleito secretário geral na época.

Novo mandato, muitas mudanças

foto presidente

Com uma série de iniciativas em mente e muitas novidades no papel, Ademar Rangel da Silva foi eleito para o cargo de presidente do Sindicato em 14 de outubro de 1999. O mandato começava a valer no dia seguinte, 15 de outubro, contudo, as atividades que compreendiam a entidade já eram de conhecimento do novo presidente. O mandato duraria até o ano de 2003.

Os trabalhos exercidos por Rangel, a frente do Sindicato não acabariam em 2003. Eleito para o mandato de mais quatro anos, ele foi empossado e, em 14 de outubro de 2003, falou sobre as novas metas e agradeceu a todos que colaboraram no processo eleitoral e na gestão que se encerrava, desejando êxito na gestão que se iniciava.

Mais uma vez, em outubro de 2007, Rangel foi reeleito para o mandato de mais quatro anos e, em 2011, eleito novamente para os trabalhos até o ano de 2015. Uma nova eleição ocorrerá para definir os novos membros da presidência e diretoria do Siticecom.

foto diretores rreuniao

2015 Desenvolvido por Leal Comunicações